* Marisa Tricot Crochet Acessórios *


A magia do tricot e crochet pelas mãos e mente criativa de quem ama e vive intensamente estas artes.

Visitem minha loja virtual em http://www.marisafeitoamao.com.br/



Minha Loja Elo7

Seguidores

Valorize seu trabalho!

Valorize seu trabalho!

ENCOMENDAS

Aceito encomendas de qualquer peça em crochet aqui pelo blog ou pelo Facebook em https://www.facebook.com/mgajusto .

Obrigada por sua visita!

18 abril 2012


Tricot tubular feito com agulha reta

Direto do TV Mulher para vocês, essa bolsa feita em tricot tubolar mas com as agulhas comuns que usamos normalmente , depois é só aplicar flôres de crochet , ou borboletas, franjas com missangas ou um delicado bordado em pedrarias e está pronta sua bolsa para presentear neste Natal e feita por você que é o mais importante. Mãos a obra !


Coloque sempre números pares de pontos na agulha.
Pode-se trabalhar com lã, barbante e linha.
Com esta técnica o trabalho sai praticamente pronto da agulha, sem costuras laterais, e inferior. Você inventa o trabalho que quiser com sua imaginação.

Você coloca os pontos (pares) na agulha e faz:
1a. Carreira direito: 1 tricô,1 PSFT,1 tricô,1PSFT....
2a. Carreira avesso: 1 tricô,1 PSFT,1 tricô, 1PSFT....
Portanto o ponto que você não fez na 1a carreira , será feito na 2a. carreira,e o ponto que você fez, vai ficar sem fazer, e assim por diante.
Com esta técnica dá para trabalhar em ponto sanfona simples ( 1 tricô, 1 meia) e em ponto arroz simples também; nestes casos;deve prestar bastante atenção para não errar a seqüência de pontos.O trabalho vai sempre ser feito do lado do avesso, isto é, enquanto você está tricotando ele sempre estará do lado do avesso.
Quando o seu trabalho estiver do tamanho desejado, separe os pontos de cada lado, com cuidado em um alfinetão (encontra-se em bazar de armarinhos); ou em uma agulha auxiliar. Ai você decide como quer fazer: continuar trabalhando um lado de cada vez (no caso de bolsa com alça de madeira), ou apenas separar os pontos e colocá-los em alças removíveis, (no caso de bolsas com alças de metal).
Vire o trabalho para o lado direito antes de colocar as alças.
Obs: PSFT = ponto sem fazer em tricô.
Rosângela Chicote(19) 32762535 / (19) 97737042e-mail: roachic@yahoo.com.br

Poetagem de 2005

5 comentários:

Paty Bello disse...

Oi Marisa,
eu conhecia essa técnica para fazer meias tubulares, que ficam muito legais também, sem calcanhar. Mas para bolsas, também é muito útil, não tinha pensado nisso! Ótima idéia! Dá pra usar também, então, para fazer mangas de blusas (desde que se coloque os pontos separado na agulha, tricote uma carreira, e depois volte para a mesma agulha e aí trabalhe normal, para ficar aberto), e muitas outras coisas!

Angela - ge disse...

Olá! Marisa... Dê uma passadinha lá pelo meu blog...ñ está completo ainda, mas logo logo termino.
beijoks

Regina Yurie disse...

Ola Maris!Agradeço pela sua visita!Achei esta receita de bolsa muito interessante.Vou tentar!Um abraço Regina Yurie

Ana Paula disse...

Olá, eu faço este tricô tubular desde 87 pois eu trabalhava com crianças pobres na periferia de São Roque e fazíamos muitas meias e luvas com esta técnica.
Para o arremate da meia ficar confortável, faço uns 15 cm em barra 1/1, passo para o jogo de 5 agulhas (apesar de usar só 4) e arremato. Viro a metade para o avesso para fazer a barra dobrada, pois assim não aperta a perna. Fica legal. Um abraço da Ana Paula

Ariel Luciana disse...

Genial! Vou tenta-lo!